Histórias em Inglês

Algumas das histórias são apresentadas também em Inglês num trabalho de articulação com a professora de Inglês Maria João César (professora das AECS na EB do Lamaceiro no ano de 2011/2012)


Seguidores

seguir o blog por email

sexta-feira, 25 de maio de 2007

A formiga e o papa - formigas


Era uma vez uma formiga que gostava das suas irmãs e num dia encontrou o papa – formigas. Depois a formiguinha era esperta e disse ao papa - formigas:

- Papa - formigas pode-me comer porque eu comi uns trigos envenenados. se tu me comeres também morres

E o Papa-formigas ao ouvir isto, foi à sua vida e já não quis comer a formiguinha.
Marlene 2.º da Eb1 Lamaceiro - Telões
A menina triste

Era uma menina que andava sempre triste. A mãe disse-lhe:

- Filha, porque estás triste?

- Não tenho amigas!

- Um dia vais arranjar uma amiga!

E foi isso que aconteceu. Um dia estava à beira de um muro e encontrou uma menina e perguntou:

- Estás sozinha?

A menina respondeu:

- Estou.

- Não tens amigas?

- Não.

- Eu também não.

E a menina triste disse:

- Podemos ser amigas.

E as duas, ao mesmo tempo: “- como te chamas?”

- Eu chamo-me Bia

- E eu, Arlete.

E ficaram amigas.
Patrícia Isabel 2.º ano da EB1 Lamaceiro 2006/07
O pássaro e as minhocas







Um pássaro não sabia o que dar aos seus filhinhos.



Mas procurou , procurou e encontrou minhocas.


Foi para o ninho e deu as minhocas aos seus filhinhos.


Eles ficaram contentes porque estavam esfomeados .


O que seria dos passarinhos se não tivessem sido alimentados!


Elsa 2.º ano da Eb1 Lamaceiro - Telões 2006/07

quarta-feira, 23 de maio de 2007

O coelhinho







Um coelhinho andava a passear com os seus pais, mas, de repente começou a chover e ele distraiu-se e perdeu-se.


Os pais chamaram, chamaram, mas ele não respondia. Ficaram muito preocupados e puseram-se a procurar, a procurar, e perguntavam-se um ao outro: “-será que ele esta à chuva?”


Subitamente, parou de chover. E o coelhinho achou o caminho e voltou para casa, são e salvo.


Os pais quando o viram, abraçaram-se a ele e ficaram muito felizes.


.............................................................................................

A rabbit went for a walk with their parents, but suddenly it started raining and he was distracted and lost.
The parents called, called, but he did not answer. They were very concerned and began to seek, to seek, and they asked one another: "
will the lost rabbit walks in the rain??"
Suddenly, it stopped raining. And the bunny found his way and returned home safe and sound.
Parents when they saw him embraced him and were very happy.

Cristina (2.º ano da EB1 de Lamaceiro) 2006/07
A raposa e a galinha

Era uma vez uma raposa que andava muito esfomeada. Um dia pôs-se atrás de uns arbustos e apanhou a galinha.

- Eu estou com febre e as minhas irmãs também estão. – disse a galinha.

Então a raposa já não comeu a galinha.

Natália (1.º ano da EB1 de Lamaceiro) 2006/07
O Elefante e a Pulga

Um Elefante tinha comichão na orelha.

Um dia ficou farto da comichão. Foi ao médico. O médico não sabia o que era.

Ficou tão enervado que começou a coçar e saiu uma pulga.

- Áh eras tu que me enervavas? – perguntou o Elefante.

- Sim, era eu.

- Eu já te vou comer! – disse o Elefante.

- Oh não, não me coma porque um bruxa me raptou e se a bruxa te vê comigo transforma-te em sapo.

E o elefante pensou, pensou e não a comeu.

E a pulga viveu feliz para sempre.

Matilde (2.º ano da Eb1 lamaceiro) 2006/07

quinta-feira, 17 de maio de 2007

O Inácio
Era uma vez um senhor que se chamava Inácio. Ele era lavrador. Vivia na quinta de Felgueiras.
Gostava de dar nomes aos animais que tinha. A vaca era a Violeta, o porco o Ramiro, e a cadela era Lola.

Um dia o Inácio foi á feira comprar uma enxada. Na feira havia uma ovelha que era cega, velha e magra. Inácio teve pena da ovelha e comprou-a.
Quando chegou a casa a mulher disse que ele fez um mau negócio, mas a ovelha depois de muitos anos teve dois anhitos.

Paula e Tãnia da Eb1 de S.Brás - Telões - 2006/07
O gato e rato

Era uma vez um gato e um rato .

O gato queria comer o rato .

Virou-se para o rato e disse-lhe:

-Anda dar-me um abraço que eu agora sou amigo dos ratos e não os como.

O rato era esperto e respondeu:

- Está bem, espera só um bocadinho que vem ali um cão e abraçamo-nos todos juntos.
O gato ao ouvir falar que vinha um cão, fugiu a sete pés.

João Miguel da Silva Teixeira (2.º da Eb1 Lamaceiro – Telões) 2006/07

quarta-feira, 16 de maio de 2007

O caçador e a pomba

Era uma vez uma pomba que tinha os seus filhinhos e foi arranjar comida. De repente, pum! Um caçador ia atirar um tiro à pomba, mas uma raposa mordeu-lhe. E o caçador não conseguiu matá-la e ela fugiu.

E assim, a pomba foi dar as minhocas aos passarinhos e viveram felizes para sempre sem ninguém os incomodar.

Manuel Joaquim de Oliveira Martins (2.º ano da Eb1 de Lamaceiro – Telões) - 2006/07
O sapo e a mosca



O Sapo andava muito contente, mas uma Mosca andava sempre a chateá-lo. Um dia o sapo ficou cheio de a aturar. Disse-lhe assim:

- Senhora Mosca quer vir-me ajudar.

- Sim quero – respondeu a mosca.

O Sapo ficou tão contente que disse:

- Podes vir trabalhar Senhora Mosca.

Mas o sapo quando ela estava a trabalhar pôs-se atrás dela e zás… apanhou-a e comeu-a.
E o sapo viveu feliz para sempre sem ninguém a chateá-lo.

~ Fim ~
Matilde (2.º ano da Eb1 Lamaceiro – Telões) - 2006/07

terça-feira, 15 de maio de 2007

O Corvo e a Raposa




Era uma vez um corvo que tinha um queijo amanteigado no seu bico. De repente veio uma raposa que farejou o queijo e pensou em arranjar uma forma de lho tirar.

A raposa começou a elogiar o corvo e ele ficou tão tonto com os elogios da raposa que abriu o bico e o seu queijo caiu.

A raposa foi logo buscar o queijo e disse ao corvo:

-Queres saber a minha opinião?

-Não confies na raposa lisonjeira.

Esta lição valeu-me um queijo.

Rui Pedro 3ºano - Turma n.º14 - 2006/07

O Pássaro e as Nuvens Escuras


Era uma vez uma mãe que estava no ninho toda feliz a chocar os seus ovinhos.De repente aproximou-se uma tempestade e ela ficou muito preocupada e pediu muito ao Sol que voltasse a brilhar, pois, precisava do calor e não da chuva.


O Sol com pena da mãe pássaro, mais forte que as nuvens, soprou muito.


As nuvens foram-se embora e a mãe pássaro ficou feliz com os seus três ovinhos e cantou!


João Carlos (2.ºano da EB1 Lamaceiro - Telões) - 2006/07
A formiguinha



Uma formiguinha perdeu-se das suas companheiras. E andou vagueando pelo monte. Um papa-formigas apareceu e preparou-se para a papar.

A formiga, aflita, fez-se inteligente, e disse:
-Vai-me comer? Tanto faz... eu e as minhas irmãs comemos uns grãos de trigo envenenados e vamos morrer todas. De tão triste, até me perdi. O que mais queria era encontrar as minhas irmãs para morrermos todas juntas.

O papa-formigas, ao ouvir isto, desistiu da ideia. É que se a comesse, morreria também. Em vez disso, teve até pena dela, e levou-a às suas irmãzinhas.

E assim se safou a formiguinha.


História colectiva da turma do 1.º e 2.º anos da EB1 Lamaceiro - Telões - 2006/07

sábado, 12 de maio de 2007

Histórias Infantis

Histórias Infantis


Desafio aos alunos e professores do 1.º ciclo: construir histórias com princípio, meio e fim e publicá-las neste blog.
Participações podem ser feitas enviando as respectivas histórias, ilustradas, com o nome do ou dos autores através do email: mingos5@hotmail.com



Challenge: write children's stories which have beginning, middle and end. And, if you want to see them published in this blog, just send everything to the following e-mail address: mingos5@hotmail.com Don't forget to mention the authors' names and your school's name as well.